• Chef Ana Tomazoni

QUIBE ASSADO DE ABOBORA E VINAGRETE DE CAMBUCI

Julho começou muito bem, com o primeiro Mesa Biodiversa, um encontro que liga nosso prato com todas as outras ramificações da alimentação para pensar sob um novo olhar o Comer Bem. A iniciativa é uma realização nossa, do São Paulo Saudável, em parceria com restaurante Nambu (saiba mais aqui), e neste primeiro marco recebemos Instituto Auá para falarmos sobre a revitalização da Mata Atlântica e a Rota do Cambuci (falamos mais aqui).


Quando o papo é comida, claro que os ingredientes são o convidado especial. Assim, quem encabeçou a roda, não apenas contando sobre o fruto, mas apresentando receitas maravilhosas e práticas, foi a chef Ana Tomazoni do convívio ABC do Slow Food. O que fez a felicidade das 20 pessoas que conseguiram as limitadas vagas para a conversa intimista acompanhada de uma degustação de novos sabores.



A chef Ana Tomazoni

Durante os dias que antecederam e, mesmo após o evento, o restaurante Nambu tornou-se mais um ponto na Rota do Cambuci, que cria pontes entre o produtor do fruto e o consumidor final para que haja a demanda de manter-se viva essa semente da Mata Atlântica. “Além das misturas, sabores e texturas, a culinária traz à tona o contexto e a história por trás do alimento. O Cambuci, por exemplo, está vivo graças à preservação nas cachaças por bandeirantes e até hoje em bares na região do Cinturão Verde”, explica a chef Ana Tomazoni.

E para que mais pontes sejam criadas, no dia, quatro receitas foram apresentadas: suco de clorofila com Cambuci, “bebida creme” de mandioca com Cambuci, vinagrete do fruto servida na base de abóbora com quinoa, e um bombocado com geleia de Cambuci. “São pratos e bebidas fáceis e saudáveis, mas que surpreendem pela versatilidade do Cambuci, pois se o suco possui um paladar específico, quando batido com leite de coco e mandioca, torna-se um ‘outro’ fruto”, conta Ana.

Suco de clorofila com Cambuci

“bebida creme” de mandioca com Cambuci

Bombocado com geleia de Cambuci

As possibilidades quando se leva um ingrediente novo à cozinha, sabemos, são infinitas, e é a isso que o Mesa Biodiversa: mostrar que a responsabilidade que temos ao fazer nosso prato, não é só com nossa saúde, mas com uma rede toda; e que, acima de tudo, essa responsabilidade não precisa ser um fado, mas pode, e deve, ser deliciosa. Tão deliciosa quanto um bombeado.

O evento também teve apoio do site Herbivoraz que tirou essas fotos maravilhosas. O próximo Mesa Biodiversa está no forno, então fique atento às nossas redes sociais, pois as vagas são limitadas.


QUIBE ASSADO DE ABOBORA E VINAGRETE DE CAMBUCI Uma das receitas da Ana Tomazoni apresentadas no dia. Simplesmente deliciosa.

QUIBE ASSADO

Ingredientes: 1 xícara de quinua cozida ao dente 300g de polpa de abóbora cozida (japonesa) 3 colheres de azeite de oliva 1 xícara de chá de cebola bem picadinha 1 xícara de hortelã picada Temperos a gosto : sal, pimenta Síria, pimenta do reino canela em pó, noz moscada


Modo de Preparo: Cozinhar a quinua ao dente (dobrar de tamanho o grão). Em um recipiente coloque a quinua cozida, a polpa de abóbora, e os temperos: sal, cebola, pimenta do reino moída na hora, (pimenta síria) noz moscada, hortelã, canela e o azeite de oliva. Incorpore tudo muito bem. Coloque em forma untada com óleo, pressionado e alisando a massa. Assar em forno convencional 180o.C até dourar. Sirva quente.

Para montagem de mini quibes: Modele em formatos redondos, achatados em cima para assim que após assados, colocar o vinagrete de Cambuci.


VINAGRETE DE CAMBUCI 3 tomates sem sementes 2 cambucis (1 pitado e 1 batido) 1 cebola média 1 dente alho grande ½ xícara de chá de azeite de oliva Sal e pimenta a gosto 1 xícara de chá salsinha picada ou ervas


Modo de Preparo: Misture o Cambuci batido com o azeite de oliva, bata até ficar cremoso, junte o Cambuci picadinho, o tomate, cebola, alho, sal pimenta e ervas.

Matéria em: http://saopaulosaudavel.com.br/mesa-biodiversa-o-cambuci-do-mato-e-do-prato/


16 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo