© 2023 por VIVENA Comunicação.

  • Sabor Saber

ADIADO Terra Madre Brasil em Salvador

Como temos postado sobre nossa participação ativa com oficinas, degustações, divulgações nós da Comunidade Slow Food Grande ABC SP, Ana Maria Tomazoni compartilha a decisão de adiamento do evento TERRA MADRE BRASIL SALVADOR , conforme boletim oficial publicado.


BOLETIM SLOW FOOD BRASIL - TERRA MADRE BRASIL

2020 MARÇO DE 2020

NÚMERO TRÊS


O Boletim Slow Food Brasil – Terra Madre Brasil 2020 - número três traz os avanços 1 rumo ao Terra Madre Brasil (TMB) que está sendo construído a muitas mãos. A terceira edição do encontro das comunidades brasileiras de nossa rede ocorre no 20º ano da chegada do movimento no país que, desde seu início, cresceu e mudou muito, acompanhando as diversas pautas alimentares dos nossos territórios.


A atual edição conta com a correalização do Governo do Estado da Bahia por meio da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional da Bahia (CAR) da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) e ocorrerá em Salvador/BA.


Você já deve ter reparado que no cabeçalho deste boletim temos agora uma identidade visual do evento, que foi belamente desenvolvida por dois ativistas Slow Food de longa data, Gabriela Bonilha e Marcelo Podestá. Se buscou sintetizar a pluralidade do Brasil e contemplar alguns elementos da sociobiodiversidade e da cultura alimentar que integram a nossa rede e nossos programas, além dos aspectos comemorativos próprios dos nossos momentos de encontro, o resultado desses elementos através dos olhares cuidadosos desses dois artistas pode ser melhor contemplado ao final deste boletim.


Infelizmente, por conta da pandemia do coronavírus e frente ao cenário incerto nas próximas semanas e meses, a Prefeitura de Salvador publicou um decreto municipal proibindo eventos maiores que 500 pessoas e pelos próximos 90 dias, a partir de de 16 de março. Desse modo, o Terra Madre Brasil (TMB), previsto inicialmente para ocorrer entre 11 e 14 de junho, será adiado para o último quadrimestre de 2020. A nova data será divulgada até meados de abril.


Até lá, teremos o site do evento (http://terramadrebrasil.org.br/) – fruto da colaboração de Rafael e Gabriela Bonilha – no ar com as principais informações do evento sistematizadas. Enquanto aguardamos, convidamos a conhecer conteúdos da edição anterior do Terra Madre Brasil: http://terramadre.slowfoodbrasil.com/, que contou com a contribuição de Marcelo Terça-Nada, o além da playlist no nosso canal youtube com os chamados para o TMB2020 e a reportagem de Lara Ely sobre como foi o TMB2010.


Pedimos que todos fiquem atentos aos desdobramentos para mantermos, na medida do possível, as mobilizações e articulações já efetuadas, seguindo juntos na construção deste encontro. Nosso desejo é de que essa situação que estamos passando 1 Acesse os números anteriores do Boletim Slow Food Brasil – Terra Madre Brasil 2020: Número Um | Número Dois sirva para refletirmos sobre o modo de vida que temos cultivado. Que a produção de alimentos e sua cadeia possam ser valorizadas, que o abastecimento seja mais democrático e que tenhamos êxito em difundir a importância do consumo de alimentos de procedência local que valorizem a agricultura familiar e a biodiversidade agrícola.


Por parte da organização do evento, seguiremos trabalhando todos os dias para viabilizar o sonhado momento de discussão e de celebração do alimento bom, limpo e justo no Brasil.


Achamos importante destacar que a realização do TMB2020 depende dos diversos esforços da rede Slow Food Brasil em levantar apoios para que toda essa construção coletiva se concretize. Dos diversos apoios para viabilizar passagens, estruturas, espaços e programações – encabeçado pela Associação Slow Food do Brasil e por ativistas e nós da rede que se integraram ativamente no processo – muitos acabarão não se consolidando. A realização do nosso encontro tem mostrado diversos desafios, que se intensificaram ainda mais na situação de crise de saúde pública global que enfrentamos. os desafios podem ser menores se conseguimos maior engajamento e atuação em rede.


Outra forma de apoiar sua realização é contribuindo com a campanha da Benfeitoria que está no ar desde outubro de 2019 e ainda tem pouca adesão. Você pode doar mensalmente valores entre R$10 e R$100 e convidar outras pessoas a fazerem o mesmo. As doações contribuem indiretamente para a realização do TMB uma vez que apoia a ASFB a erguer o evento e, caso a terceira meta seja alcançada, a doação contribui diretamente na realização do encontro assim como para garantir maior presença da rede em Salvador.


O fortalecimento em rede é crucial para superarmos as dificuldades e a comunicação é peça-chave para manter a motivação e mobilização coletiva. Compartilhe conosco as histórias sobre como você e seu grupo tem se engajado para mobilizar a rede 2 local nesses tempos. Seguimos enfrentando as dificuldade que a distância física nos coloca porém articulados para buscar as soluções necessárias que o momento exige. E o Slow Food enquanto rede pode e, na medida do possível, deve contribuir para as soluções locais de abastecimento e desenvolvimento de circuitos curtos, lutar para que o direito humano à alimentação adequada não seja violado na crise que se agrava, fortalecer a economia solidária e os pequenos negócios locais, promover a alimentação saudável e biodiversa, e assim, fomentar um sistema alimentar mais resiliente e seguro. Que estejamos juntos e solidários, aguardando nosso encontro presencial em Salvador!


13 visualizações